Animais




























































































































Após informações por moradores da orla que uma tartaruga havia sido resgatada viva, integrantes do GAMA seguiram para a Avenida Beira Mar, Candeias, neste município, próximo a entrada do bar o Gauchão. A tartaruga media uns 60cm. Era jovem. Tinha uma idade média de cinco anos, e era da espécie VERDE (chelonia mydas), que estava cansada e bastante debilitada. De imediato foi transferida aos cuidados da Drª Rosilda Barreto, professora da UFRPE, que após dar os primeiros cuidados, verificou que a mesma veio a óbito. Fomos solicitados para removê-lo a universidade, cuja instituição se encontrava em recesso, devido às férias. Convidados a presenciar da autópsia, e segundo relatos da Drª Rosilda a provável causa-mortis se deu devido à asfixia e edema pulmonar. Havia presença de água nos pulmões. No momento em que o animal foi aberto, todos ficaram surpresos, pois mesmo após poucos minutos de seu falecimento, exalou forte ordor cadavérico, o que caracterizava presença de fungos e/ou bactérias, causado provavelmente por intoxicação alimentar. O exemplar ficou nas instalações acadêmicas da UFRPE para análises e estudos.

AGENTES AMBIENTAIS DE JABOATÃO AUTUAM BARES POR COMERCIALIZAREM CARANGUEJO NO PERÍODO DO DEFESO.















MISSÃO RECOLHIMENTO DE ANIMAIS DE GRANDE PORTE (CAVALO) NOS BAIRROS DE SUCUPIRA, VILA DOIS CARNEIROS, PIEDADE, CANDEIAS E PRAZERES EM 06.08.2015












  







Seis cavalos estão disponibilizados para adoção no Centro de Vigilância Sanitária
São cinco fêmeas e um macho de pelagem castanha, preta e alazã
A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes recolheu seis cavalos abandonados nas ruas do município, durante o mês de agosto, e colocou para adoção a partir desta terça-feira, 18. Os animais se encontram em uma fazenda na Regional 4, em Muribeca, aguardando um dono.
Para retirada do animal, é preciso procurar o Centro de Vigilância Sanitária e visitar os animais na fazenda em que se encontram. O interessado deve preencher uma carta de compromisso com os cuidados com o cavalo e comprovar que é proprietário de um local onde possa acomodar o animal de forma adequada.
Os cavalos foram apreendidos nas ruas, uma vez que os animais soltos representam riscos de acidentes nas vias, além de configurar uma situação de abandono. Depois de o animal apreendido, o dono tem 72h para resgatar o animal, caso não exista esse contato, o eqüino é disponibilizado para adoção.
São seis cavalos, sendo um macho e cinco fêmeas de pelagem preta, castanha e alazã, todos de idade adulta.